Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mazai

"A felicidade encontra-se ao longo do caminho, não no fim da estrada." - Sol Gordon

Mazai

"A felicidade encontra-se ao longo do caminho, não no fim da estrada." - Sol Gordon

08.Jun.21

Leituras de Maio

Durante o mês de Maio li 4 livros,  1416 páginas. Como me dediquei mais à leitura acabou por ficar prejudicado o blog. Passei mais tempo nas leituras e menos no blog. Mas tem sido assim a vida, tenho tentado fazer o que mais me apetece fazer no momento, sem pressões...

 

IMG_20210508_095714~2.jpg

Sinopse: Após a morte de Alessandra Pluda Cavalli, o marido e os três filhos ouvem a leitura do testamento e ficam em estado de choque. A parte mais substancial do património foi destinada a Ludovica Magnasco, porteira do prédio onde vive a família Cavalli. Ludovica, a quem todos chamam Lula, sente-se igualmente perturbada por este legado, cujo significado não consegue perceber. Lula, que tem tido a sua conta de adversidades, é amada e respeitada por todos os moradores do prédio graças à sua inteligência, bom carácter e jeito para a cozinha. Mas tal não será suficiente para explicar esta inesperada herança. A explicação, com raízes num segredo de família desde sempre muito bem guardado, vai perturbá-la, mas não altera as suas convicções: o dinheiro só nos ajuda a viver melhor se o usarmos também para nos tornarmos úteis ao próximo. A indicar-lhe o caminho certo está agora o acaso, que cruza o seu destino com o do fascinante Guido Montini, um reputado veterinário dedicado a ações de voluntariado. Formam um casal magnífico com todas as condições para fazerem algo verdadeiramente bom.

Com este romance, Sveva Casati Modignani presenteia os leitores com uma história em que os momentos dramáticos se alternam com momentos de humor subtil e passagens plenas de ternura e nostalgia, mas onde prevalece uma sincera solidariedade para com quem nos rodeia e mais precisa de nós.

 

Opinião: Uma leitura bastante leve, bem escrita. É uma boa leitura para quando não queremos nada complicado e de algum mistério à mistura. Esta autora foi sugestão da Di

 

 

IMG_20210522_181013~2.jpg

Sinopse: 

Uma história incrível sobre uma menina e o poder da sua imaginação.

1891. Nova Inglaterra. Numa mansão distante e decadente, onde nada é o que parece, dois irmãos são deixados à mercê de criados e regras ditadas por um tio negligente. A jovem Florence, de apenas 12 anos, passa os dias a tomar conta do seu irmão mais novo Giles e a deambular pelos corredores, numa rotina entediante e desinteressante. Até que, um dia, a menina encontra na mansão um lugar proibido: uma biblioteca fechada e empoeirada, pela qual se apaixona.

Mas naquela casa existem segredos sombrios que não deveriam ser revelados. Porque é que Florence sonha sempre com uma mulher misteriosa que insiste em ameaçar o seu irmão? Que segredo esconde a nova preceptora e porque Florence tem dela um medo sobrenatural? E porque é que o seu tio não permite que ela aprenda a ler? Florence precisa de encontrar muitas respostas - sejam elas inventadas ou não, e soluções nem sempre fáceis para proteger Giles, e o seu amor pelos livros, antes que alguém descubra quem ousou abrir as portas daquele mundo literário.

 

Opinião: Gostei de ler este livro. Não o conhecia, mas foi uma boa surpresa, embora um pouco perturbador. Não gostei do final, pois ficamos com a sensação que nada é verdade. Foi real ou imaginação?  Suspense até ao fim, mas fica a dúvida.

 

IMG_20210522_090534~2.jpg

Sinopse: Quando a morte nos conta uma história temos todo o interesse em escutá-la. Assumindo o papel de narrador em A Rapariga Que Roubava Livros, vamos ao seu encontro na Alemanha, por ocasião da segunda guerra mundial, onde ela tem uma função muito activa na recolha de almas vítimas do conflito. E é por esta altura que se cruza pela segunda vez com Liesel, uma menina de nove anos de idade, entregue para adopção, que já tinha passado pelos olhos da morte no funeral do seu pequeno irmão. Foi aí que Liesel roubou o seu primeiro livro, o primeiro de muitos pelos quais se apaixonará e que a ajudarão a superar as dificuldades da vida, dando um sentido à sua existência. Quando o roubou, ainda não sabia ler, será com a ajuda do seu pai, um perfeito intérprete de acordeão que passará a saber percorrer o caminho das letras, exorcizando fantasmas do passado. Ao longo dos anos, Liesel continuará a dedicar-se à prática de roubar livros e a encontrar-se com a morte, que irá sempre utilizar um registo pouco sentimental embora humano e poético, atraindo a atenção de quem a lê para cada frase, cada sentido, cada palavra. Um livro soberbo que prima pela originalidade e que nos devolve um outro olhar sobre os dias da guerra no coração da Alemanha e acima de tudo pelo amor à literatura.

 

Opinião: Livro recomendado para leitura orientada para o 9ºano. É uma história comovente e bastante real da época que retrata, tempo de guerra e terror nazi. Final trágico e um pouco inesperado. Recomendo vivamente!

 

IMG_20210603_101037.jpg

Sinopse: Debaixo de água, o corpo afundou-se rapidamente. Ali permaneceu, imóvel e imperturbável durante muitos anos, mas, lá em cima, fora de água, o pesadelo estava apenas a começar.
Quando a detetive Erika Foster recebe uma denúncia anónima informando que uma prova fundamental relacionada com um caso de narcóticos estava escondida numa pedreira abandonada nos arredores de Londres, ela manda investigar a pista. No espesso lodo das águas encontram as drogas que procuravam, mas também os restos mortais de uma criança pequena. O esqueleto é rapidamente identificado como Jessica Collins, a menina de sete anos que fizera as manchetes das notícias vinte e seis anos antes.

Ao mesmo tempo que tenta juntar provas novas à investigação, Erika depara-se com uma família que guarda muitos segredos, uma detetive atormentada pelo fracasso e a morte misteriosa de um homem que vivia junto à pedreira.
Será o assassino alguém dos elementos mais próximos da menina? Há quem não deseje ver o caso resolvido. E tudo fará para impedir Erika de descobrir a verdade.

 

Opinião: Este foi daqueles thrillers de cortar a respiração, com uma leitura cativante, perturbadora, com tantos segredos, tanto mistério, tanto drama que se lê sem dar conta. Com um final surpreendente! Gostei deste livro e gosto deste autor. Recomendo para quem gosta de livros de mistério e policiais.

 

Boas Leituras!  

boas leituras